Hélio Contabilidade

Notícias

MEI: saiba como fazer um planejamento para tirar férias

Especialista do Sebrae dá dicas para que microempreendedores individuais consigam tirar férias sem prejudicar o negócio.

Trabalhar como Microempreendedor Individual é um desafio de várias formas, já que a empresa é composta, muitas vezes, apenas pelo empreendedor ou, no máximo, por mais um funcionário.

Diante disso, férias parece um assunto impossível para a categoria, mas especialistas alertam que é extremamente necessário.

“Um momento de descanso é crucial para o sucesso do negócio, principalmente quando se trata dos MEIs, que geralmente não contam com o apoio de colaboradores e tanto produzem quanto comercializam seus produtos, ou prestam diretamente o serviço”, explica o gerente de relacionamento com o cliente do Sebrae, Enio Pinto.

Enio dá algumas dicas para que os MEIs consigam se organizar e planejar suas férias:

1- Momento certo para a pausa

O primeiro passo, segundo o especialista, é identificar quais períodos do negócio têm baixa demanda ao longo do ano.

A partir disso, o empreendedor consegue planejar quando é o melhor momento para sair de férias, sem causar uma frustração nas expectativas dos clientes.

2- Cuidado com as finanças

Também é preciso ficar atento se essa pausa não vai prejudicar as finanças do negócio. A dica é que o empreendedor tenha uma pequena reserva para esses dias de descanso, porque muitas vezes a pausa significa deixar de ter entradas financeiras.

Além disso, Enio lembrar que, nas férias, pode haver uma intensificação das saídas de recursos financeiros.

3- Comunique os clientes

Avisar os clientes sobre a data prevista das férias, para que eles não pensem que o negócio está desativado ou fechado de vez, também é essencial. Comunique com uma certa antecedência o período em que vai paralisar as atividades e quando deve retomar ao atendimento.

O MEI pode deixar uma mensagem de que será uma pausa curta para recarregar as energias e, assim, conseguir atender ainda melhor seus clientes.

4- Delegue tarefas

Todo empreendedor deve saber delegar as tarefas mesmo que seja um MEI ou tenha um pequeno negócio familiar, já que, além das férias, imprevistos também podem acontecer.

Se o empreendedor não tiver alguém a quem possa repassar as suas atribuições, uma alternativa é criar um ambiente onde o cliente consiga enviar as suas demandas. Depois, ao retornar das férias, o empreendedor entra em contato para atendê-lo.

Fonte: com informações do g1

Últimas Notícias

  • Empresariais
  • Técnicas
  • Estaduais
  • Artigos
  • Melhores

Agenda Tributária

Período: Julho/2022
D S T Q Q S S
     0102
03040506070809
10111213141516
17181920212223
24252627282930
31

Cotação Dólar